Terapize

Afinal, o que é Autoconhecimento? 7 Dicas para Iniciar este Processo!

afinal, o que é autoconhecimento?

O tema de hoje é um conceito ao qual tem se tornado popular em diversas pautas de discussões sociais e grupo, variando entre faixas etários, poder aquisitivo, cor e gênero.

Originalmente o conceito “autoconhecimento” parte do pensamento grego e também do filósofo Sócrates, com o intuito de salientar a importância dos sujeitos sobre suas próprias figuras, potencialidades e fragilidades. Nesse sentido, podemos partir do princípio de que há muito tempo esta questão tem sido abordada, mesmo nas estruturas sociais mais antigas.

Outra via histórica a qual o processo de autoconhecimento é valorizado pode ser visto na construção dos saberes e na religiosidade oriental, tendo como um de seus princípios, a importância de considerar os processos individuais como formas de evolução espiritual e sabedoria.

No post de hoje, vamos descobrir um pouco mais sobre o conceito de autoconhecimento e seus benefícios. Venha conosco!

Vamos ao que interessa! De qual maneira construímos o processo de Autoconhecimento?

Enfim! Ao darmos um salto histórico para a contemporaneidade, podemos perceber a popularização da palavra devido ao florescimento de áreas que dizem à respeito da saúde mental dos indivíduos, além do pensamento capitalista de produção, onde “conhecer a si mesmo” é saber de suas habilidades, as quais levam ao indivíduo ao seu máximo de produção, rentabilidade e de um ponto de vista meritocrático: Ao sucesso!

“O autoconhecimento é a tomada de consciência do indivíduo a respeito de si mesmo. Sem se conhecer, as pessoas vivem na ignorância de suas potencialidades e deixam passar grandes oportunidades por medo ou falta de confiança em suas capacidades.”

Thaiana Brotto – Psicóloga

Um dos principais defensores do autoconhecimento e de sua importância foi Sigmund Freud, um dos percursores da Psicologia e Psicanálise. Vemos isso em suas palavras: “Olhe para dentro, para as suas profundezas, aprenda primeiro a se conhecer”.

Como você tem utilizado de seu processo de autoconhecimento?

A seguir, encontraremos algumas maneiras de fomentar este processo:

  • Primeiro passo: Questione-se! – É fundamental estabelecermos um processo de autoavaliação, para que possamos chegar a um consenso sobre reconhecer potências e quesitos a serem trabalhados;
  • Procure a ajuda de uma profissional da Psicologia – É muito importante contar com auxílio profissional durante o processo de autoconhecimento. Neste espaço, podemos dizer de nossas demandas, inseguranças e chegar a conclusões sobre tomadas de decisão importantes em nossa vida;
  • Aprenda a dizer NÃO – Uma decisão importante para o processo de autoconhecimento são os estabelecimentos dos “não’s”, garantindo um limite entre o que é seu e o que é do outro;
  • Saia de sua órbita – É fundamental estabelecer iniciativas para a busca de novas habilidades ou dar vazão à desejos jamais praticados, como por exemplo: aprender a dançar, tocar um instrumento musical, iniciar um curso, etc.;
  • Desenvolver a capacidade de lidar com mudanças é importante! – Desenvolver ferramentas para enfrentar as adversidades e circunstâncias da vida cotidiana aumentam significativamente o nosso limiar de frustração em relação à esses episódios. É importante salientar que o sentimento de frustração vem acompanhado pelos sentimentos de tristeza, raiva e procrastinação;
  • Estabeleça uma rotina de autocuidado – Como você tem desenvolvido o aspecto do autocuidado ultimamente? Além dos cuidados com a mente, torna-se imprescindível estabelecer cuidados com o próprio corpo, valorizando assim, um tempo consigo mesmo e desenvolvendo o senso de autoestima;
  • Encontre hobbies que façam sentido – O que você gosta de fazer em seus momentos de lazer e relaxamento? Esta pergunta de fato nos move à um processo de reflexão em relação ao que faz sentido como atividades prazerosas e interligadas ao nosso desejo como seres humanos. Como tem sido o aproveitamento deste tempo?

Pessoas com o autoconhecimento bem desenvolvido são, na verdade, pessoas que estão em harmonia interna e externamente.

Elas são mais centradas em fazerem o que realmente as faz bem, pois se conhecem o suficiente para saberem o que querem. A jornada de autoconhecimento é longa e necessita muita dedicação, e a ajuda de um psicólogo facilita e acelera esse caminho.

Gostou deste conteúdo e tem o interesse em desenvolver seu processo de Autoconhecimento?

Marque uma sessão já, clicando na imagem abaixo!

QUERO FAZER UMA SESSÃO DE TERAPIA

Referências

Autoconhecimento e liberdade no behaviorismo radical

Inteligência emocional: o que é e sua relação com autoconhecimento

Envolva-se!

Comentários

@peepso_user_232(Bianca Brondi Barboza)
Perfeito!
4 meses atrás