Terapize

As 5 Linguagens do amor: Como expressamos esse sentimento?

5 LINGUAGENS DO AMOR

Muito falado e sentido. Ora intenso, gostoso e sofrido. Às vezes fácil de falar, lidar, e em outros momentos confuso, complicado de receber e praticar. Carrega consigo tantos sentidos, significados, bagagem e história. Cada um tem sua forma de amar. Cada um tem a sua necessidade de se sentir amado.

É importante olharmos para a forma a qual nos expressamos, pois há um impacto significativo em nossas relações, sejam elas amorosa, de amizade ou profissionais, já que a má comunicação ou expressão deste, pode acarretar em cobranças infinitas, baixa autoestima, e por aí vai. 

ENTENDENDO AS 5 LINGUAGENS DO AMOR

ENTENDENDO AS 5 LINGUAGENS DO AMOR

Saber a dinâmica do amor pra gente e para o outro, facilita (e muito) nossas relações, nosso mundo interno e externo, além de nossa vida. Pensando nisso, qual a sua linguagem de amor? Pois bem, falaremos brevemente sobre as 5 linguagens do amor, para você identificar aquela ou aquelas as quais sua identificação seja maior, tanto para expressar amor, quanto para sentir-se amado, pra você se conhecer e reconhecer o outro. Então, vamos lá:

  • Palavras de afirmação: Necessidade de ouvir falas como “você é linda(o)”, “te amo”, “você é importante pra mim”, “você arrasou na comida”, “como é gostoso estar com você”, entre outras tantas. A frase “soa como música para os ouvidos” representa bem como a pessoa se sente ao entrar em contato com essas palavras de afirmação.
  • Tempo de qualidade: Aquela pessoa que não sente a necessidade de estar sempre junto, de fazer tudo junto, mas preza muito pela qualidade dos encontros. Que o tempo junto seja de corpo e mente presente. Que seja dedicado a pessoa. Que seja inteiro. Nem que seja cinco minutos, mas que seja os melhores cinco minutos.
  • Presentes: Refere-se às pessoas que adoram receber presentes, e não precisa ser o mais caro, mas o melhor presente para o outro, pois o que encanta não é o presente, mas o ato de lembrar, de pensar, do que tem significado e importância para o outro. Por exemplo, ir ao mercado, passar pelo corredor do chocolate e lembrar que o outro gosta de kinder ovo. Importante é lembrar, comprar e a cereja do bolo: “lembrei de você quando vi esse chocolate no mercado”, “sei que você gosta tanto desse chocolate”, etc.
  • Atos de serviço: Por incrível que pareça tem pessoa que se sente amado por exemplo, pelo simples fato do outro deixar a casa sempre limpa, organizada ou de receber ajuda nessa questão. Isso é uma demonstração de cuidado, reconhecimento. O ajudar, colaborar. Ser prestativo, ativo.
  • Toque físico: Aqui entra em ação a turma do abraço, do beijo, do contato. Nem se for aquele famoso tapinha nas costas, uma passadinha de mão na cabeça, aquela massagem relaxante depois de um dia intenso. Aquele pé coladinho na sessão “cinema em casa”.

Resumidamente, essas são as cinco linguagens do amor. Podemos ter um pouco de todas, mas uma será predominante. É uma forma da gente se conhecer, se entender. Afinal, a mudança começa em nós. A partir do momento que eu conheço meu mundo interno, flui melhor o externo.

A IMPORTÂNCIA DO USO DA LINGUAGEM PARA UMA RELAÇÃO

E qual a importância de compreender a linguagem do outro? Cada um no seu quadrado, cada um que lute pelas suas lutas, não é? Não necessariamente. 

Ao entendermos que o outro sente-se amado por meio de atos de serviço, como por exemplo, recebendo uma ajuda nos afazeres de casa, ajudando a manter a casa organizada e, você tem demonstrado através de presente, claro que a pessoa ficará feliz pelo ato, mas não encherá o tanque de combustível de amor dela.

Sendo assim, o tanque vai ficando sempre na reserva, e isso afetará você. Inicia-se os conflitos, as brigas, os apontamentos. Vamos nos desgastando. A relação vai se perdendo.

Para finalizarmos, qual a forma que o amor tem pra você? De que forma você demonstra amor? O que faz você se sentir amado? E o que faz o outro sentir-se amado? Pense. Observe. E principalmente, comece. Comece a mudar pequenos hábitos, trejeitos, movimentos dentro do seu relacionamento. 

Lembre-se, que você também ganha quando agrada o outro. Ambos ganham quando ambos estão bem dentro de uma relação. Assim as coisas vão fluindo, os relacionamentos vão se desenrolando de maneira positiva, o relacionar-se vai ficando prazeroso. O amor só faz conta de multiplicação quando bem alinhado, ajustado. Ame e seja amado. Até a próxima publicação. 

Com amor, Tali.

Gostou de nosso conteúdo e necessita de ajuda especializada em suas relações? Venha para a Terapize!

Referências

CHAPMAN, G. As cinco linguagens do amor: como expressar um compromisso de amor ao seu cônjuge. 2 ed. São Paulo: Editora Mundo Cristão, 2006.30 de jun. de 2015

Envolva-se!

Comentários

Nenhum comentário ainda